Qual sucesso você deseja?

Daniel Fernandes

12 de janeiro de 2015 | 06h19


Menta90 (Marcelo Pimenta) é professor de inovação da ESPM e criador do Laboratorium
Ainda no espírito de reflexão motivado pela mudança do ano, gostaria de discutir um pouco o conceito de sucesso. É muito comum que as pessoas apontem o sucesso como uma meta, um objetivo a ser alcançado. Mas seria importante pensar um pouco sobre esse conceito.
O primeiro ponto seria saber o que é mesmo sucesso? Sucesso é ter uma empresa lucrativa? É ter um bom emprego? É ser reconhecido como uma pessoa bem sucedida? Na vida familiar? Na vida acadêmica? Nos esportes?  Ser reconhecido por seus vizinhos como alguém que contribui para a sociedade? Saber sentar ao piano e tocar Heitor Villa Lobos?
O sucesso tem diferentes facetas. E isso fica evidente se usarmos uma ferramenta chamada “Roda da Vida”, que reproduzo aqui. Um círculo que tem origem no budismo e que foi incorporado ao mundo dos negócios (principalmente no coaching) onde é possível visualizar as diferentes áreas ou aspectos da vida. Em cada “fatia”, uma área ou dimensão da vida pode ser mensurada ou avaliada.

A ferramenta pode ter diferentes usos:
– você pode pintar cada fatia de acordo com o grau de satisfação que tem em cada um dos aspectos (lazer, financeira, profissional, …). Assim você consegue mapear como estão os diferentes aspectos de sua vida. É um exercício de auto-avaliação;
– você pode também identificar quais são os principais pontos que quer desenvolver no próximo período (exemplo, 2015).  Muitas vezes é difícil num mesmo ano “tirar um sabático” e “poupar recursos”, é preciso fazer escolhas de acordo com seu momento de vida. Priorizar alguns aspectos pode ser interessante para conseguir resultados em menor tempo;
– você pode usar como um mapa para conseguir refletir sobre sua agenda. O quanto de tempo você tem dedicado a cada um desses pontos? Como você está se dedicando e equilibrando sua vida?
Enfim, a ferramenta é uma inspiração que você pode usar da forma que melhor lhe convier.
Segundo, gostaria de recuperar alguns comportamentos e atitudes que são típicas de pessoas de sucesso (em qualquer aspecto):
– pró-atividade;
– saber equilibrar urgência e importância;
– finalizar as ações (não deixar as coisas pela metade);
– resiliência;
– persistência;
– criatividade;
– saber trabalhar em equipe.
Existem outras, mas essas são algumas que podem lhe inspirar na busca pelo sucesso.
Para finalizar, gostaria de provocar uma reflexão sobre qual o nível de esforço que você pretende dedicar para atingir o sucesso? Do que pretende abrir mão em troca de conseguir suas metas e resultados? Como Caetano Valoso e Milton Nascimento ensinam na canção Paula e Bebeto que “qualquer maneira de amor vale a pena”, por outro lado, muitos executivos e empreendedores abrem mão da ética, da saúde, da família em troca “do sucesso nos negócios”.  O que mesmo vale a pena? Quais são seus princípios inegociáveis?  Toda forma de alcançar o sucesso vale a pena?
Para quem quer atingir uma medalha olímpica, é possível supor que treine cerca de 12 horas por dia – o atleta que não fizer isso será provavelmente superado por outro que está treinando isso ou mais horas.  Já se você quer iniciar uma atividade física, ter sucesso pode ser dedicar-se 30 minutos por dia a uma caminhada. Ou seja, o esforço deve ser proporcional a sua ambição.
Espero que as reflexões sejam úteis para que você tenha um 2015 de sucesso (seja ele qual for).
 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: