Qual o melhor negócio para investir: próprio ou franquia?

Daniel Fernandes

31 de agosto de 2015 | 06h00

Você que acabou de sair da empresa que trabalhava, conseguiu uma boa negociação e decidiu montar um negócio, possivelmente já se questionou se é melhor investir em uma franquia ou um negócio próprio. Para ajudá-lo a tomar algumas decisões, vamos listar algumas vantagens e desvantagens de cada opção.
Negócio próprio. A principal vantagem é a liberdade de criar a sua história, desenvolver ideias sem limites e estabelecer regras no negócio que vai empreender.  Você tem a possibilidade de investir o valor exato que possui no seu bolso. Você pode criar o seu próprio logotipo e identidade da marca e seu projeto será executado sem a interferência de ninguém.
No entanto, nesse modelo, você não tem um histórico de sucesso e nenhuma experiência anterior real para se basear. Os resultados são teóricos e será necessário executar o projeto para saber qual será o resultado na prática. Ou seja, os riscos e prejuízos são maiores.
Se houver resultado, ele será só seu. Não há taxas a serem pagas. Também não existe uma marca construída, por isso será necessário um investimento muito maior nesse quesito.
Franquia. As vantagens em investir em uma franquia são muitas. A marca já está testada e aprovada, não só pela empresa, mas também pelos clientes e franqueados. Os fornecedores da matéria-prima e os prestadores de serviço já estão desenvolvidos, independentemente se o seu objetivo é abrir um China in Box, ou uma franquia de outra marca, em São Paulo ou Manaus.
As desvantagens são os custos envolvidos, como royalties, fundo de propaganda, taxa inicial de franquia e regras e padrões a serem seguidos. Há uma liberdade controlada, no entanto, o modelo de negócio já foi testado e viabilizado. Existe um plano a ser seguido.
A Associação Brasileira de Franchising – ABF é uma ótima fonte de pesquisa de franquias em todos os setores. Quando o China in Box começou no segmento, as oportunidades no mercado eram muito restritas e caras. Hoje, as portas estão abertas para os novos empreendedores e é possível investir em uma micro franquia com apenas cinco mil reais.
E se você pensa em transformar o seu negócio próprio em uma franquia, minha sugestão é que haja uma experiência semelhante a que tive com o China in Box. Depois de três anos de um negócio rentável e consolidado, comece a pensar em uma expansão. Lembre-se: é preciso precaução na hora de escolher o seu negócio.
Além do China in Box e do Gendai, tentei montar outros 13 negócios em segmentos variados e não obtive sucesso por falta de foco. Por isso, tenha bastante foco e atenção, alinhe o investimento e a expectativa de retorno do seu negócio, seja ele próprio ou uma franquia. Independentemente do negócio ser próprio ou franquia, o importante é acreditar e concretizar seus sonhos. Muita sorte e muito sucesso!!!!
Robinson Shiba é fundador da rede China in Box.

Tudo o que sabemos sobre:

China in BoxRobinson ShibatrendFoods

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: