Parceria estratégica entre empreendedores melhora ambos os negócios

Parceria estratégica entre empreendedores melhora ambos os negócios

Unir-se a outra empresa deve ter como prioridade as necessidades do cliente e o que um empreendedor pode agregar ao outro; confira 7 pontos de atenção para fazer isso dar certo

Redação

05 de outubro de 2021 | 10h42

Por Amanda Alves Laudacio, analista de negócios do Sebrae-SP

Diante de um cenário que reflete cada vez mais a competitividade no mundo empresarial, encontrar formas de se destacar é uma necessidade fundamental. As organizações apostam na inovação, no aumento da produtividade e na redução de despesas. Entre tantas estratégias e possibilidades, uma alternativa é uma boa parceria.

Se a união faz a força, que seja para que empreendedores possam crescer juntos e unir esforços para atingir resultados positivos e sustentáveis. Melhor ainda se for para atender de modo mais completo consumidores que estão cada vez mais exigentes. Esse é o propósito de uma parceria estratégica.

Muitas parcerias dão errado porque os envolvidos consideram apenas os seus interesses financeiros e ignoram as demandas dos clientes. Para que se possa fazer boas parcerias, primeiramente é preciso ampliar o olhar e enxergar as demandas gerais do seu público, ou seja, aquelas que extrapolam a área de atuação da sua marca.

É necessário descobrir as necessidades que não têm a ver diretamente com o que você vende, mas que se relacionam e podem ser supridas por um parceiro, possibilitando também reconhecer seus pontos fortes e em que aspectos a sua empresa possui menos habilidade. A partir disso, você poderá procurar parceiros que possam suprir essas fraquezas, assim como ajudá-los com os assuntos que domina com excelência.

Confiança deve guiar parcerias estratégicas; se algo der errado, sua imagem pode ser manchada. Foto: Unsplash/@krakenimages

As parcerias comerciais devem ser encaradas como qualquer outra estratégia de marketing, que tem o foco no consumidor e, por isso, precisa ser elaborada de acordo com o que ele procura. Busque parcerias que realmente façam sentido e tenham o poder de entregar uma diferença valiosa para o seu cliente. Ele precisa entender que você se uniu àquele parceiro para oferecer soluções ainda melhores e mais relevantes, pois é exatamente isso que as pessoas buscam na hora de adquirir produtos e serviços e principalmente experiências.

Lembre-se que todo mundo quer facilidade, então o seu parceiro também deve entregar isso. Seu cliente conseguirá encontrar em um só lugar tudo aquilo que ele procura, sem ter que se preocupar em pesquisar outras empresas e profissionais por conta própria?

Afinal, se ele confia no que você oferece, tem mais chances de confiar também naquilo que você indica. Por isso, é tão importante fazer parcerias comerciais com marcas que você realmente confia, pois se o seu parceiro não entregar o que prometeu ao cliente, a sua imagem também pode ficar prejudicada.

  • Quer debater assuntos de Carreira e Empreendedorismo? Entre para o nosso grupo no Telegram pelo link ou digite @gruposuacarreira na barra de pesquisa do aplicativo

Ter compatibilidade de pensamentos é fator fundamental para conseguir ter uma parceria de sucesso. Pensar de maneira igual ou parecida contribui para que as metas sejam traçadas e possam ser alcançadas de maneira mais rápida, uma vez que se compartilha dos mesmos objetivos.

Com a indicação por parte de outras empresas, as parcerias empresariais tornam-se maneiras muito mais baratas de atrair novos clientes, criando assim uma conexão que funciona como uma relação ganha-ganha, onde ambas podem aproveitar seus benefícios.

Isso se dá principalmente devido ao fato de que com a parceria, as empresas indicam para a sua clientela os produtos ou serviços de suas parceiras, sendo uma ótima alternativa para oferecer um diferencial e atingir a um público mais amplo. Ambas possuem uma grande possibilidade de expandir as suas respectivas marcas e crescer financeiramente.

Porém, é preciso atenção em alguns pontos:

  1. Boas parcerias enriquecem a sua relação com o consumidor, mas parcerias ruins podem jogar fora todo o trabalho que você teve para encantar seus clientes.
  2. Não adianta fazer uma parceria pensando apenas nos benefícios e se esquecer de planejar e alinhar bem os seus objetivos com os seus parceiros.
  3. Explique bem o que você pretende alcançar com essa parceria e pensem juntos nas melhores estratégias para atingir o objetivo comum.
  4. Se vocês não combinarem todos os pequenos detalhes, pode acontecer um mal-entendido e cada um seguir em direções diferentes, dividindo assim esforços e não somando habilidades.
  5. O público dos dois precisa enxergar a parceria como uma proposta única, feita em conjunto por duas marcas que têm o objetivo comum de entregar algo valioso para as pessoas.
  6. Não existe exceção: para conseguir ter sucesso no seu negócio, tudo precisa ser medido, inclusive as parcerias comerciais. Se você não souber medir e analisar os resultados, não vai conseguir identificar o que deu certo ou o que não saiu como você esperava e qual foi o resultado geral da parceria.
  7. Medir os resultados vai te fazer entender, inclusive, se vale a pena manter aquela parceria ou se o formato usado pode ser repetido com outros parceiros, por exemplo.

Muitas pessoas pensam que o importante é analisar apenas se as vendas aumentaram, caso isso venha acontecer já concluem que a parceria foi um sucesso. No entanto, é essencial ir além disso e compreender se os resultados realmente cresceram o máximo possível ou se ainda tem algo que pode ser feito para melhorar.

Ao estabelecer uma parceria, meça tudo o que você está alcançando com dela. Lembrem-se o que não é medido não é gerenciado. Quanto mais informações sobre o desempenho você tiver, mais fácil será para compreender o que você está ganhando com aquela parceria comercial.

Depois de entender como fazer parcerias com empresas e ter sucesso, é essencial saber que se trata de um mecanismo contínuo. Após uma relação comercial se encerrar, é preciso buscar novas formas de manter o destaque no mercado. O comportamento do público muda, os valores alteram-se, estratégias novas surgem a cada hora. Uma das maneiras de garantir a captação de novos parceiros estratégicos é pelo networking. Ao criar uma rede robusta de interações, não faltarão oportunidades para estabelecer novas parcerias.

Agora que você já sabe que ter bons parceiros no negócio é mais que uma necessidade. Ao contar com o apoio adequado você consegue se dedicar o que realmente importa e aumentar as chances de sucesso do seu negócio.

Tudo o que sabemos sobre:

EmpreendedorismoSebraemarketing

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.