O novo coronavírus e a saúde mental de empreendedores e equipe

O novo coronavírus e a saúde mental de empreendedores e equipe

CONTEÚDO ABERTO PARA NÃO-ASSINANTES: Isolamento social em momento de incertezas com pandemia pode gerar quadros de estresse e ansiedade em times de profissionais; é preciso empatia

Maure Pessanha

18 de março de 2020 | 13h14

O momento de incertezas sobre o que virá, somado ao isolamento social – parte importante do combate à expansão do novo coronavírus –, pode desencadear quadros de estresse e ansiedade nos empreendedores, empreendedoras e no time de profissionais do negócio. Conteúdo do Fórum Econômico Mundial alerta para o fato de que a conexão entre as pessoas está estreitamente ligada à qualidade da saúde mental – algo que está em jogo diante da atual pandemia.

Entre as recomendações trazidas pela organização para mitigar os efeitos, destaco manter-se conectado com redes de contatos e familiares com ferramentas online; manter as rotinas diárias que sejam possíveis (leituras profissionais e pessoais, por exemplo); fazer exercícios regularmente; desenvolver hábitos que resultem no relaxamento (como meditação); e integrar práticas voltadas ao autoconhecimento. Manter-se informado, por meio de fontes confiáveis, também está na lista de recomendações. Isso porque fatos concretos e medidas práticas minimizam a sensação de medo em cenários tão novos como este que vivemos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também disseminou recomendações valiosas para preservar o bem-estar nesse momento de pandemia. Entre as recomendações: ser empático com os que foram afetados e não cair na armadilha de culpar uma etnia ou nacionalidade; evitar consumir notícias que tragam angústia ou ansiedade, as informações devem somar e ter o propósito de colaborar com esclarecimento e bem-estar; proteja-se, mas seja solidário; encontre formas de somar a vozes positivas; cuide das necessidades básicas físicas e mentais; use formas online para se manter conectado, mas trocando informações que costumava abordar antes da pandemia.

Unidade Militar de Emergências de Santiago, Chile, faz ronda contra novo coronavírus. Foto: Lavandeira Jr./EFE

Olhar com empatia para a própria equipe é uma dica que ressalto. Em momentos como o que estamos vivendo, a ênfase é dada à saúde física – sobretudo em grupos vulneráveis. Entretanto, a saúde da mente não pode ser deixada de lado.

Indo além da disseminação das boas práticas para orientar o time sobre como ajudar no controle da epidemia e da adoção do home office, uma conversa franca do empreendedor com a equipe pode gerar soluções construídas – e de forma colaborativa – sobre como lidar com as emoções nesse período tão tenso. A falta de diálogo sobre alternativas para lidar com os sentimentos em equipe – pensando em questões como o isolamento e a entrega profissional – torna a superação um desafio maior.

Negócios de impacto social como Vittude e TNH Health podem auxiliar e dar suporte aos empreendedores e suas equipes nessa fase – e depois dela. A proposta da Vittude Corporate – que democratiza o acesso à terapia no ambiente corporativo – é permitir que as empresas protejam o capital intelectual ao investir em promoção à saúde mental por meio de tratamento especializado e preventivo.

A TNH Health, por sua vez, conta com a Vitalk – que com a assistente virtual Viki, fala com os usuários sobre depressão, ansiedade, burnout e sono. Além da versão gratuita – disponível via Facebook Messenger e aplicativos –, a TNH Health oferece chatbots para empresas que queiram apoiar a saúde mental dos colaboradores. A solução permite que as companhias disponibilizem um check-up de saúde mental para os funcionários, realizado totalmente por meios digitais.

Para concluir, desejo a todos os empreendedores e empreendedoras muita força e empatia. Que possamos tirar aprendizados valiosos desse momento turbulento que estamos passando; que possamos nos unir como sociedade, apurar o nosso olhar humano sobre os fatos; desacelerar e refletir. E, acima de tudo, focar no que realmente importa dentro dos negócios: as pessoas.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus. Clique aqui.

* Maure Pessanha é empreendedora e diretora-executiva da Artemisia, organização pioneira no fomento e na disseminação de negócios de impacto social no Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.