O dia em que o Burger King adotou a estratégia das pequenas empresas

Daniel Fernandes

24 de setembro de 2015 | 12h03

Burger King McDonalds McDonald´s delivery telefone
O Burger King, gigante do segmento de alimentação rápida, anunciou nesta quinta-feira (24) que passará a oferecer em todas as suas lanchonetes, a partir do próximo dia 29, um hambúrguer vegetariano.
É exatamente isso: a multinacional, que se autodeclara a segunda maior rede de fast food de hambúrgueres do mundo, deu um passo decisivo em direção ao saudável. Exigência do consumidor faz algum tempo – as pessoas se preocupam cada vez mais com a qualidade e, principalmente, com as consequências daquilo que consomem -, o novo item do menu nada mais é do que a reprodução, em escala global, da estratégia já adotada faz tempo por pequenas e médias empresas do segmento.
É exatamente isso. A marca global adota uma estratégia de diferenciação que em muito se parece com o plano de ação de marcas como a Lanchonete da Cidade. A pequena rede paulistana mantém em seu cardápio, por exemplo, o Quitandinha – hambúrguer vegetariano com mix de cogumelos, legumes grelhados, coberto com mussarela de búfala, tomate caqui, rúcula e pesto de manjericão.
Não. Uma rede do tamanho do Burger King não consegue ser tão sofisticada em atender as exigências dos clientes. É preciso pensar em insumos comuns a todas as regiões e que se encaixem nas políticas de custos da companhia para manter um produto rentável. Mas a marca se esforça: o ‘hambúrguer’ é empanado à base de batata, shimeji, shitake e recheio de queijo derretido. De acordo com a multinacional, o preço sugerido à rede é de R$ 21,90 no combo com batatas e refrigerante ‘free refil’.
O fato é que todas as companhias – não importa qual o porte – tem de dar um passo em direção ao saudável se atuam com alimentação. O consumidor mudou. E é preciso acompanhar essa transformação. Não à toa, o comunicado de lançamento do lanche indica isso. “Recebíamos pedidos dos consumidores para lançarmos um produto que atendesse aos vegetarianos e que fosse muito saboroso”, comunica Kellen Silvério, gerente de marketing da marca no Brasil. “Somos uma marca que quer agradar a todos os paladares”, complementa.
A frase, no entanto, me fez pensar em uma antiga aula de marketing. Se você quer agradar todo mundo, a quem você quer agradar…….
Daniel Fernandes é editor do Estadão PME. Já provou o hambúrguer vegetariano, mas prefere o bom e velho hambúrguer de carne bovina.

Tudo o que sabemos sobre:

Blog do EmpreendedorEstadão PME

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: