O conselho de Gene Simmons do Kiss para você: não seja estúpido

Daniel Fernandes

04 de junho de 2014 | 14h28

Você pode não gostar da banda Kiss. É mais provável, porém, que você goste dela e não goste mesmo é de Gene Simmons. Baixista e renomado cuspidor de sangue e fogo desde a década de 1970. Simmons controla absolutamente tudo no grupo ao lado do seu amigo (eles se consideram irmãos!!!) Paul Stanley, guitarrista da banda.
Gostar ou não de Gene Simmons não significa que você não deve prestar atenção ao que o músico fala. E há uma importante lição do baixista para os empreendedores. Na verdade, podemos nos arriscar a dizer que o conselho é de empresário para empresário mesmo. Gene é responsável direto pela transformação do Kiss em uma empresa rentável – das mais rentáveis do mundo. Talvez, o apelo comercial do grupo norte-americano só encontre paralelo no bom negócio em que os Beatles se transformaram.
Há absolutamente todo tipo de produto com a marca Kiss. A lista é imensa, mas para resumir podemos citar que o portfólio inclui um caixão e até uma máquina de pinball. Não seria necessário mencionar camisetas, copos, canecas….
Mas se você acha que esse é o conselho, ledo engano.
Lendo a última edição da revista Rolling Stone, que colocou a banda na capa por ocasião da entrada do grupo no Rock’n Roll Hall of Fame, surgiu uma verdadeira pérola para os empreendedores, bem típica da personalidade polêmica de Gene Simmons. Vamos a ela:
“É difícil  para as pessoas entenderem porque elas foram envenenadas pela ideia de que estrelas do rock são estúpidas. (Mick) Jagger é bem esperto. Muito poucos são. Se não fosse por suas guitarras, eles estariam perguntando: fritas acompanham, senhor”.
Certo ou errado. A frase faz você pensar.  É preciso ser inteligente para sobreviver no mundo do rock. É preciso ser ainda mais esperto (no bom sentido da palavra) para dar relevância a um empreendimento. Construir uma marca é, antes de tudo, um exercício de paciência. E de sabedoria.
Goste ou não de Gene Simmons, ele tem as duas coisas.
Daniel Fernandes é editor do Estadão PME, escreve no Blog do Empreendedor de tempos em tempos e não gosta do Kiss; por isso, ele não tem motivos para detestar Gene Simmons.
 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: