Mark Zuckerberg curtiu a versão web do WhatsApp…a Apple não!

Daniel Fernandes

22 de janeiro de 2015 | 10h33

A notícia foi divulgada na última quarta-feira, dia 22, pelo fundador do WhatsApp, Jan Koum, em sua página no Facebook. O serviço de mensagens instantâneas vai oferecer o mesmo serviço na web. Ou seja, os usuários poderão acessar seus grupos e bater-papo diretamente no computador – uma espécie de espelho – do aplicativo no celular.
::: Confira nossas páginas especiais :::
Tudo sobre FRANQUIAS
Tudo sobre INOVAÇÃO
Tudo sobre ALIMENTAÇÃO
Mark Zuckerberg, criador do Facebook, empresa que adquiriu o WhatsApp por US$ 22 bilhões, curtiu o post de Jan Koum sobre o assunto. A Apple, certamente não. No comunicado, Koum afirma que a novidade estará disponível para usuários do sistema Android, Windows Phone e Black Berry. Usuários do IOS, se limitou a dizer Koum, ficam de fora da ‘festa’ por conta da incompatibilidade com a plataforma da Apple.
::: Leia outros posts no Blog do Empreendedor :::
Para o empreendedor, como sempre, a uma importante lição naquilo que acontece no cotidiano de gigantes corporações – como o Facebook, a Apple e até mesmo o WhatsApp.
Você só consegue enfrentar os grandes…se for grande demais.
E o WhatsApp conquistou isso nos últimos anos. O próprio Jan Koum, em post do começo de janeiro no Facebook, informou que o serviço de mensagens instantâneas começava o ano com…
700 milhões de usuários ativos
30 bilhões de mensagens são enviadas por dia
O fundador do aplicativo terminava essa mensagem de janeiro informando que ‘eles prometiam continuar trabalhando bastante para fazer o WhatsApp ainda melhor’
Ao que tudo indica, o anúncio da quarta-feira foi a primeira prova.
Daniel Fernandes é editor do Estadão PME

Tudo o que sabemos sobre:

Blog do EmpreendedorEstadão PME

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: