'É divertido fazer o impossível': Disney para empreendedores em 12 lições

Daniel Fernandes

05 de setembro de 2014 | 07h24

Marcelo Nakagawa é professor do Insper
Empreendedores que realmente querem criar uma grande experiência, em larga escala, para seus clientes deveriam visitar o Disney World. Em 2013 foram cerca de 57 milhões de turistas. E o que mais impressiona é que boa parte, como é o meu caso, é de turistas que já conhecem o local e estão retornando. Só para comparar, o Brasil recebe cerca de 5 milhões de turistas estrangeiros todos os anos.
Por isso, o objetivo da visita é tentar entender como este inacreditável complexo funciona e como poderia ser aplicado na sua trajetória como empreendedor e da sua empresa.
Os empreendedores perceberão que a experiência já começa muito antes, no acesso ao site, momento da reserva, compra dos ingressos e início do uso do aplicativo do parque. Depois, no aeroporto de Orlando, quando pega o ônibus ou aluga um carro em um simples quiosque. Na recepção do hotel, recebe seu MagicBand, um bracelete que abre a porta do quarto, é ingresso para os parques, compra itens em todo o resort e armazena dados do visitante, algo muito útil para identificar crianças perdidas, por exemplo.
Mas os empreendedores mais atentos ficarão mais perplexos a medida que vão percebendo o detalhe dos detalhes. Em alguns quartos, destinados a pais com crianças pequenas, tem dois olhos mágicos na porta. Um na altura normal para um adulto e outro na altura normal… de uma criança.
As lixeiras nos parques representam outro pequeno show à parte. Estão sempre “transtorno obsessivo compulsivamente” limpas. E o que mais me impressionou é que após cada chuva, passa uma turma que limpa e seca lixeira por lixeira.
E nesta minha visita me deparei com várias áreas em reforma e nem por isso as lições não estavam presentes. Em cada tapume, frases de Walt Disney para pensar como:
Em boa parte da minha vida eu tenho feito o que quero fazer. Tenho me divertido no trabalho.
Eu nunca fico parado. Eu preciso explorar e experimentar.
Tenha uma boa ideia e acredite nela. Insista e trabalhe nela até poder torná-la realidade, e faça bem-feito.

Trabalhamos duro para realizar o melhor trabalho possível

Tudo o que conquistamos pertence ao grupo todo. É um tributo ao nosso esforço combinado.

Quando começamos um novo projeto, acreditamos nisso com todas as nossas forças. Confiamos em nossa habilidade de fazer isto certo.

Você não constrói isto para si mesmo. Você faz o que as pessoas querem e constrói isto para elas.

Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo. Mas são as pessoas que tornam o sonho uma realidade.
Os tempos e as condições mudam tão rapidamente que precisamos manter nosso objetivo constantemente focado no futuro.
Todos precisam de prazos finais.
É divertido fazer o impossível.
E havia mais uma frase que também aparecia em uma foto de Walt Disney e Mickey Mouse que eu já havia comprado para a minha filha. A foto, por sinal, já até tinha sido autografada pelo próprio Mickey especialmente para ela.
Eu espero que nunca esqueçamos de uma coisa: que tudo isso começou com um rato” – Diz a frase autografada pelo sujeito que atrai mais de cinquenta milhões de pessoas e que estava ali, diante da minha filha, realizando um dos seus sonhos de agora e, espero, do futuro também.

 
 
 
 
 
 
 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: