Como trabalhar a liderança nas pequenas empresas

Como trabalhar a liderança nas pequenas empresas

Se liderar significa influenciar pessoas para atingir resultados, há muito o que se progredir nas micro e pequenas empresas, diz consultor do Sebrae-SP

Redação

22 de outubro de 2019 | 13h40

Por Crenildo Freire Araujo, consultor do Sebrae-SP

A gestão de pessoas está situada entre as quatro funções chaves nas organizações:

– Gestão financeira
– Produção
– Comercial (vendas)
– Gestão de pessoas

Para que a empresa tenha um desenvolvimento contínuo, é necessário que estas áreas estejam funcionando bem, de forma equilibrada. A função de Recursos Humanos envolve todas as ações que têm como objetivo a integração do funcionário no contexto da organização e o aumento de sua produtividade. Esta função trata dos temas:

– Recrutamento
– Seleção
– Treinamento
– Desenvolvimento
– Manter a mão de obra
– Controlar a mão de obra
– Avaliar o desempenho das pessoas

Para que esses processos sejam desenvolvidos de maneira eficaz e com isso possam contribuir para o sucesso da empresa, é fundamental o papel das lideranças. E esse é um ponto crítico nas MPEs (micro e pequenas empresas), ou melhor, a falta de liderança.

Engajar a equipe é papel importante para a liderança. Foto: Pixabay

Raramente nos deparamos com uma liderança efetiva à frente de uma pequena empresa. Geralmente, o empreendedor inicia sua jornada mediante um dos fatores abaixo:

– Vislumbrou uma oportunidade e decidiu abrir seu negócio
– Herdou o negócio de parentes
– Devido à falta de oportunidades de emprego, decidiu empreender

Em ambas as situações, podemos detectar competência técnica para tocar o negócio, mas há uma lacuna com relação à liderança. Essencialmente, nestes negócios, no quadro de funcionários há parentes, o que dificulta a gestão, a delegação de poderes e a tomada de decisão.

Mas o “calcanhar de Aquiles” é a falta de liderança em geral, partindo do dono, até o líder da equipe. Se liderar significa influenciar pessoas para atingir resultados, há muito o que se progredir nas MPEs, visto que o papel dominante ainda é o de “tocador de negócio”.

O que fazer para começar a mudar este quadro? Ter uma postura humilde e assumir que no seu negócio falta liderança! Ações sugeridas:

  1. Fazer cursos sobre liderança e desenvolvimento do comportamento empreendedor
  2. Ler livros sobre o tema
  3. Contratar pessoas qualificadas
  4. Delegar atividades
  5. Estabelecer metas e cobrar resultados
  6. Avaliar o desempenho da equipe
  7. Definir a estrutura de cargos e funções da empresa
  8. Estabelecer o organograma da empresa
  9. Definir, divulgar, praticar e cobrar as regras internas da empresa

Gandhi afirmou certa vez: “O líder sabe que tem de ter coerência entre suas palavras e ações. Sabe que a força de seu caráter vai se espalhar por toda a equipe. Ele aceita a responsabilidade de ser exigido por sua equipe e procura evoluir”.

A situação não vai mudar da noite para o dia, mas tomando ações, de forma planejada, com a participação de todos, os resultados logo surgirão!

Tendências: