Como se tornar um bom líder?

Daniel Fernandes

14 de setembro de 2015 | 07h02


Embora pareça fácil se tornar um líder, é preciso desenvolver características para inspirar o seu time e saber lidar com as diferentes situações do dia a dia. Todo sucesso depende da comunicação. Aquele que se comunica bem, com empatia, e consegue ouvir o outro com a mesma sabedoria, consegue ser bem-sucedido.
Se colocar no lugar do outro e ter o hábito de estar junto com a equipe, compartilhando decisões e dificuldades e alinhando expectativas também são grandes  passos para uma boa liderança.
Um líder que dá bons exemplos não pode simplesmente criticar o erro. Ele identifica o erro e o corrige em parceria com o colaborador. Um pouco de pressão por resultado, na medida certa, pode funcionar. É importante não estar acomodado e nem satisfeito com o que está sendo realizado, dessa maneira sempre há uma possibilidade de melhora, o que pode contribuir com o crescimento profissional de todos os envolvidos.
No China in Box sempre valorizamos os nossos talentos, tanto os que trabalham no escritório quanto aqueles que trabalham diretamente nas lojas próprias. Quando eles atingem metas que foram estabelecidas previamente, recebem PLR e bônus de até quatro salários por ano.
Todos temos o nosso papel dentro da sociedade e dentro de cada negócio, mas ninguém é melhor do que ninguém. Se hoje eu “estou” presidente, amanhã eu posso não “estar”. Por isso considero que a humildade é outro ponto forte de um grande profissional. Sam Walton, fundador do Wal-Mart, é um grande exemplo de liderança. Ele fazia constantemente reuniões dentro dos supermercados e estava sempre próximo dos seus funcionários. Seguia uma vida normal e não ostentava a sua fortuna.

Pessoalmente, o líder que mais me inspirou foi meu pai, que sempre me incentivou em todos os momentos da minha trajetória, desde que desenvolveu seu trabalho em uma loja de materiais de construção.  Um outro líder que possuo grande admiração é o Silvio Santos. Ele trabalhou duro como camelô no Rio de Janeiro e hoje possui um grande império. O que mais tenho simpatia é pela sua capacidade de empreender e superar as crises com otimismo e humildade.
Neste período não muito favorável da economia, vale ser criativo e manter uma atitude positiva para inspirar os funcionários. A crise existe e é real, mas podemos mostrar que com muito trabalho e boa gestão, é possível superar essa fase e voltar a colher os frutos.
Liderar é saber se comunicar, ser visionário, ouvir, respeitar a equipe e entender que todos são importantes. Dentro do seu empreendimento, ninguém é melhor do que ninguém, por isso inspire os que estão ao seu lado com histórias e atitudes motivadoras para que todos possam abraçar a sua causa, seja ela qual for.
Robinson Shiba é presidente do Grupo TrendFoods e fundador da rede China in Box

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: