Como a série Star Wars pode lhe ensinar a ser um empreendedor melhor

Daniel Fernandes

20 de novembro de 2014 | 06h04

Semanas atrás estava eu navegando pela internet e procurando notícias, artigos e materiais que pudessem me trazer alguma informação, que gerasse alguma reflexão ou qualquer coisa do gênero. Essa atividade pode parecer ‘perda’ de tempo, mas não é.
Muitas vezes ideias surgem quando estamos fora da nossa atribulada rotina. Me deparei com um artigo (em inglês) muito interessante que fala de como o autor aprendeu sobre produtividade com o filme. Como ele aprendeu a ‘ser melhor’ absorvendo lições (são sete no artigo) desse clássico e religioso (sim, Jedi é considerada uma religião em alguns países) filme.
Vou aqui compartilhar com vocês, pois algumas fazem muito sentido:
1) Relaxe quando você não pode fazer nada: tem uma cena no Episódio I – A Ameaça Fantasma, quando o Jedi Qui-Gon Jinn e o vilão Darth Maul estão lutando e no meio da batalha uma porta se fecha e separa a briga dos dois. Veja aqui o trecho. Como eles estão impossibilitados de continuar a briga, o Jedi simplesmente para e se ajoelha, como se estivesse meditando. Enquanto o vilão, ansioso, fica andando de um lado para o outro.
No nosso dia a dia, muitas vezes, nos deparamos com essa ansiedade de fazer algo rápido ou concluir algo, ficando estressados, esperando a porta abrir. Mas é imprescindível simplesmente parar e descansar e não fazer nada quando não há necessidade.
2) Livre-se de coisas que não precisa: Obi Wan vive uma vida simples em seus 40 anos de exílio. Yoda (o mestre Jedi) vive em uma cabana simples depois de perder a batalha para o Império. Ambos ainda conseguiam rir, divertir-se, ficaram saudáveis e conseguiram treinar a próxima geração de Jedis. Eles não precisavam de mais nada, sim é uma ficção, mas quantas coisas não estamos carregando de que não precisamos? E emocionalmente? Aproveite que é fim de ano e faça uma faxina nos seus processos, ‘definições’, vida etc.
3) Pratique o bem: ser bondoso, ter compaixão, praticar o bem…é preciso prática. É muito fácil ir para ‘o lado negro da força’, muitas pessoas só se preocupam com elas mesmas, passam por cima de outras, fazem tudo para que seus empregos e empresas sejam um sucesso, podem praticar pequenos atos de corrupção e se justificarem.
Imagine que se leva 10 mil horas para se tornar mestre em algo. Infelizmente, muitas pessoas podem passar 10 mil horas  sendo estúpidas com outras. Se nas nossas 10 mil horas colocarmos pequenos atos de bondade, compaixão e honestidade o universo vai devolver, acredite. Esse é o banco onde o retorno é infinitamente superior ao investimento =)
4) Priorize sua saúde: em todos os filmes de Star Wars nunca vi um Jedi fora de forma. Com certeza existe uma parte espiritual que ajuda isso (lembra do post da meditação? Não, então clique aqui. Saúde pode não ser tão importante, mas doença é. Doenças afetam a gente não só fisicamente, mas mentalmente, emocionalmente e (acredite ou não) espiritualmente. Afinal, quem consegue gerir o próprio negócio tendo problemas de saúde? Como você consegue ter foco estando em depressão? Meu professor de comportamento do consumidor um dia me disse, “caixão não tem gaveta”. Pois é, simples assim.
5) Cerque-se de outros Jedis: Quando Anakin Skywalker começa a conviver com Darth Sidious (do mal), ele também se torna mal. Veja trecho do filme aqui. Quando você está cercado de pessoas que ‘roubam’ sua energia, fica mais difícil manter-se do lado ‘bom da força’, cerque-se de pessoas que são positivas, honestas, éticas etc. Existe uma frase famosa que diz, ‘Você é a média das 5 pessoas que você mais passa tempo junto”.
6) Abra sua mente: Essa é diferença entre Luke Skywalker e Han Solo. O primeiro está sempre querendo acreditar, se mantém aberto. Se você se encontrar pensando que “Isso é definitivamente desse jeito”, esteja aberto para olhar de uma outra perspectiva. Impasses, barreiras, são somente formas da mente praticar essa abertura. Coloque-se no lugar das outras pessoas e procure entender por que elas pensam da forma que pensam.
7) Acredite que a vida é um ciclo: Luke tem que ver Obi Wan morrer. Han Solo tem que ser capturado por caçadores de recompensa. Anakin tem que ser recrutado quando criança. Qui-Gon tem que morrer. Yoda tem que se exilar. Coisas ruins acontecem. Coisas ruins acontecem em ciclos, mas coisas boas também! Confie que a bondade que você está doando trará retorno. O famoso “a gente colhe o que planta”.
Que a força esteja com você.
Um abraço, Rafael

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: