Cinco coisas que você talvez não saiba sobre Mark Zuckerberg

Daniel Fernandes

05 de dezembro de 2014 | 12h39

Quando um empreendedor conquista o que Mark Zuckerberg conquistou antes de completar 30 anos, é difícil que algum ponto da sua vida não tenha sido vasculhado e exposto – por ele mesmo, pela mídia ou por amigos/conhecidos. Mas há alguns pontos interessantes da trajetória do criador do Facebook que vale a pena reunir, no caso, neste post, e testar o conhecimento dos nossos leitores.
Você sabia que…
1) O criador do Facebook é maluco por Star Wars e que o seu Bar Mizvah teve o tema da saga de ficção científica. Curioso, afinal, a celebração marca a passagem do jovem, aos 13 anos, para a maioridade religiosa. É nessa data que o jovem, pela primeira vez, coloca os Tefilin e é chamado para ler na Torá.
2) Um pouco antes, entre os dez e os onze anos, Zuckerberg criou um programa para conectar o computador da casa onde vivia com a máquina usada pelo pai no trabalho. Você pode até saber disso, mas sabe como se chamava o programa? ZuckNet.
3) Muitos podem dizer que esportes não combinam com os garotos mais inteligentes da escola. Não no caso do criador do Facebook, que era inclusive capitão do time de esgrima.  Mas se conseguia praticar esportes com autoridade, era também bom com idiomas e aprendeu grego, latim e hebraico.
4) Logo depois de deixar Harvard e se mudar para o Vale do Silício, recebeu uma oferta interessante da MTV norte-americana: a empresa ofereceu US$ 75 milhões pelo Facebook. Mark simplesmente declinou.
5) Antes do Facebook realmente explodir, Mark começou uma nova startup chamada Wirehog e, durante algum tempo, hesitou entre esse novo negócio e o Facebook…
…todos sabem qual foi a sua decisão.
E aí, quantos desses fatos você sabia? Comente na resposta!
Daniel Fernandes é editor do Estadão PME e gosta muito de um site sobre empreendedorismo chamado Funders And Founders.