Cão nosso de cada dia!

Daniel Fernandes

02 de maio de 2013 | 06h48


Adriane troca qualquer tecnologia pelo carinho de seus cães

Atualmente ouvirmos alguém dizer que está sem tempo pra nada ou que está “correndo” virou uma banalidade. Todo mundo adora dizer isso. É quase uma regra. Não dizer isso virou exceção.
Eu já convivi no meio corporativo por muitos anos e sei o que a rotina das grandes empresas pode fazer no dia-a-dia de uma pessoa. Metas a cumprir, relatórios a preparar, reuniões inacabáveis sem tempo para tomar a ação combinada nas próprias reuniões…. Junte-se a isso o trânsito, a família para administrar, filhos, as contas pra pagar e claro um pouco de diversão que sempre é bem-vinda.
Outra coisa banal em nossas vidas são os “smartphones”. Quem não tem é quase um alienígena, para muitos!
Em qualquer lugar tem alguém teclando. No metrô, nas ruas as pessoas quase tropeçam umas nas outras lendo ou respondendo mensagens. Não é raro vermos em restaurantes e bares as mesas cheias e todas as pessoas teclando. O mundo agora é virtual.
Ainda bem que existem os cães! Eles nos salvam desse mundo “selvagem”. Com eles nada é virtual!
O que seria de nós sem uma lambida ou uma cheirada do nosso cachorro? Sem a festa que eles fazem quando chegamos?
Eles nos dão a energia que precisamos ao acordarmos todos os dias para sairmos para o mundo, porque temos a certeza de que na volta eles estarão nos esperando, ansiosos. Eles ficam felizes só de nos ver. Se fizermos um carinho então, eles ganham o dia! E nós também…. Basta um passeio bem cedo com nosso cachorrinho pra ele andar todo orgulhoso pela rua. Impagável.
Eu confesso que adoro tecnologia. Eu não sei mais viver sem ela. Mas eu confesso também que eu troco qualquer tecnologia pelo carinho e aconchego com meus cães. Isso realmente não tem preço!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: