As dicas da Maria Brigadeiro para quem pretende empreender

Daniel Fernandes

07 de agosto de 2013 | 07h36

Juliana Motter compartilhou durante oito meses suas histórias envolvendo a criação da Maria Brigadeiro, inclusive que até pensou em desistir. Precursora do movimento que catapultou o brigadeiro ao estrelato, Juliana conquistou fãs não só com seus doces, mas também com seus textos semanais no Blog do Empreendedor.
Separamos quatro posts para relembrar a participação da empresária.
Vendo máquina de fazer brigadeiro
Juliana e a experiência desastrosa da máquina de fazer coxinha transformada em máquina de fazer brigadeiro.
‘Meu plano de negócios começou ainda no colo da minha mãe’
No post, Juliana conta que nunca planejou abrir um ateliê especializado em brigadeiro, mas tudo aconteceu naturalmente.
Definir o preço como se joga na loteria só leva ao prejuízo
Juliana comenta a difícil tarefa de definir o preço dos produtos.
Livros que me inspiraram a empreender
A empresária sempre desconfiou de livros de administração, mas encontrou boas leituras.
 
 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: