A mente de um dragão

Daniel Fernandes

09 de julho de 2015 | 07h18


Sempre digo que um empreendedor precisa de um grande capital de informação. Informação é alimento de primeira necessidade, é verdade. Mas precisa, ainda mais, de largos estoques de inspiração. Quando falo de inspiração não me refiro apenas a ideias práticas para o negócio em si e sim de sopros para o estado anímico – porque em negócios, a atitude faz toda a diferença. Motivar equipes, lidar com clientes, negociar com fornecedores, credores ou devedores, gerenciar contratempos mil, tomar decisões no calor do momento… Tudo exige espírito preparado e uma combinação de força e calma.
Acho importante ler biografias e textos de empresários visionários, atuais ou outros tempos – algo bastante normal e recomendável a qualquer um que busque referências e exemplos bacaninhas. Mas não necessariamente as melhores fontes para beber inspiração estão ligadas ao mundo dos negócios. Às vezes, os oráculos estão bem longe do universo empresarial. Aliás, os melhores mentores estão nos lugares mais inusitados!
Eu, por exemplo, tenho particular devoção por Bruce Lee. Em alguns momentos de grande tensão, com mil coisas acontecendo e prestes a explodir, posso de repente parar e lembrar de algum ensinamento dele: geralmente uma mistura de palavras como “combate”, “força” e “gentileza” na mesma frase.
Algumas situações realmente demandam uma energia e movimentos tão precisos com os de um lutador de artes marciais em um combate definitivo. Inevitável um sorriso nessas horas, com a clássica cena em que ele chama os inimigos ao combate de forma zombeteira e desafiadora, com um gesto de mão (aqui um vídeo bacana).
O cara também foi um empreendedor ao seu modo e deixou sua marca e ensinamentos cheios de leveza, sabedoria e força. Uma combinação sensacional. Aqui um pouco de seu jeito de pensar:
“Saber não é suficiente. Você precisa aplicar. Vontade não é suficiente. Você precisa agir”
“Vontade forte cria seus próprios talentos e oportunidades”
“Se você passar muito tempo pensando sobre uma coisa, nunca vai fazê-la”
“Não é o trabalho, mas como você o faz”
“Derrota não é derrota, a menos que você a aceite como uma realidade em sua própria mente”
“Faça da pedra de tropeço um degrau de subida. Cada fato negativo pode ser transformado em uma experiência positiva”
“Seja como água que passa por entre as fendas”
“Se você pensa que é impossível, só vai torná-lo impossível”
“O que você sabe não tem valor; o valor está no que você faz com o que sabe”
“A confiança nasce do conhecimento”
“Guardo meus infortúnios passados como um tesouro na memória. Eles acrescentam muito à minha fortaleza interior”
“Para o inferno as circunstâncias, eu crio oportunidades”
Como Caetano Veloso já dizia sabiamente, “tranquilo e infalível como Bruce Lee”.
Ivan Bornes, do Pastifício Primo, às vezes busca inspiração inusitada para propagar o lema Viver é Massa!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: