5 tendências para os negócios em 2021

5 tendências para os negócios em 2021

Confira dicas de consultora do Sebrae para colocar em prática este ano lições trazidas pela pandemia

Redação

12 de janeiro de 2021 | 05h00

Por Taís Fernanda Camargo Antonio, consultora do Sebrae-SP

2021, seja bem-vindo. Este é um ano em que ainda é preciso planejar a curto prazo, não perder o foco nas mudanças do comportamento dos consumidores e continuar investindo em inovação.

Mesmo que a vacina contra covid-19 traga uma sensação de normalidade, a dinâmica dos negócios foi alterada. Você pode ter descoberto outras maneiras de ser encontrado, de entregar, de fazer seu consumidor te ver e eles podem querer continuar assim, mas não deixe que a sensação de querer que “tudo volte ao que era antes” te pegue de assalto.

O que passou, passou. Se algo tiver que voltar a ser como era, pense em como fazer isso sem perder tudo de bom que esses tempos difíceis trouxeram. Pense em tudo o que você aprendeu e ainda pode colocar em prática. Pense que os novos caminhos e as novas possibilidades não precisam de tempos difíceis para serem colocadas em prática.

Para isso, olhe para as tendências para 2021 e veja como elas podem funcionar em sua empresa, no seu negócio.

1. Virtual e presencial caminhando juntos

Essa tendência já é realidade e não vai mudar. Canais de comunicação rápida com acesso aos produtos e serviços, que podem fazer a venda ser efetuada, o produto ser reservado, uma entrega programada, uma retirada, uma escolha no virtual para ver e comprar no presencial, um agendamento de serviço. O WhatsApp, as redes sociais, o telefone, site, local físico, canais que vão continuar existindo e que podem ser cada dia mais utilizados, pois se complementam e se integram.

Um novo consumidor online, mas que ainda gosta muito do presencial, foi despertado, no período de pandemia, os Baby Boomers. Eles têm entre 33 e 64 anos e o aumento de compras online nessa faixa de idade, uma crescente de 75% só em novembro de 2020, mostra que eles vieram para ficar. Por isso, fique atento às ferramentas que essas tecnologias trazem, use-as e faça seu ponto físico ser visto pelo virtual e seu virtual ser concretizado com a venda de produtos e serviços.

2. Humanização

Parece controverso o digital e a humanização, mas lembre-se que todas as ferramentas digitais têm pessoas postando, atendendo, respondendo e, quando isso não acontece, elas não trazem o resultado esperado.

O que faz o mundo dos negócios são as pessoas! Por isso, nunca foi tão importante trabalhar com o que te faz feliz, com pessoas que acreditam no seu negócio e ter processos de inovação sendo aplicados o todo momento. Planejamento, processos e inovação devem andar de mãos dadas, para que sua empresa tenha um atendimento humano e próximo de seus clientes. Pense em como você e sua empresa fazem diferença na vida de seus consumidores e faça disso seu lema.

A humanização traz com ela uma ação essencial para as empresas: a retenção de clientes. Saber manter quem já é cliente é muito mais lucrativo para as empresas do que estar a todo momento buscando novos clientes. Pense em quais estratégias sua empresa pode colocar em prática para manter seus clientes ativos e você vai ver que todas elas passam por ações humanas: escutar, entender, responder, olhar e enviar mensagens direcionadas.

Sempre brinco que humano gosta de humano, então, vamos humanizar!

3. Propósito

Cada vez mais as pessoas se importam com a maneira de consumir e as consequências desse consumo. Empresas que deixam claro o porquê existem, qual o motivo de venderem o que vendem, atraem mais e mais consumidores.

Qual o propósito da sua empresa? O que o mobiliza e faz com que seus consumidores sejam atraídos por escolher você? Qual herança seu negócio vai deixar para o mundo? São perguntas que muitas pessoas estão se fazendo para decidirem se virarão consumidores de determinadas empresas.

Durante a pandemia vimos pequenos empreendedores, de prédio ou bairros, ganhando mercado, pois eles têm um propósito – atender bem e rapidamente quem está perto deles. Esse propósito faz os produtos serem mais frescos, serem produzidos por encomenda (o que evita desperdício), contribui para o desenvolvimento local, economiza combustível, fortalece uma comunidade. Propósitos e motivos que incentivam a compra. Agora, pense, qual o seu propósito? Como sua empresa pode divulgá-lo e estar inserido nessa tendência?

4. Inovação

Essa tal da inovação veio para ficar! Inovar é fazer algo que você não fazia antes e que traga resultados. Acabou a era de pensar que inovar era só para os grandes, que precisava de muito tempo ou dinheiro, que as empresas precisavam ter ideias únicas. Inovar é para todos!

E sabia que as micro e pequenas empresas (MPEs) conseguem inovar muito mais rápido que as grandes? É, as micro e pequenas empresas têm a vantagem de serem pequenas, de terem processos com menos pessoas na tomada de decisão e esses fatores facilitam a tomada de ação de forma mais rápida.

Então, por que as pesquisas mostram que as MPEs inovam menos? Muitas vezes por nem saberem que o que estão fazendo é inovação e responderem as pesquisas com o pensamento de que inovar é criar algo único. Uma empresa que passa pelos atendimentos do Sebrae-SP, sai com inúmeras ferramentas para inovar, uma planilha de fluxo de caixa para quem não faz o controle, uma ferramenta das redes sociais para ser mais visto, uma maneira de gerir pessoas, cada novo processo é uma inovação. O que não dá é ficar dizendo que antigamente as coisas eram melhores e que não quer colocar nada em prática. Falando nisso, inovar é colocar o conhecimento e as ferramentas em prática, tá? Não adianta saber o que tem de ser feito e não fazer (#ficaadica!)

5. Micro e pequenas empresas

As MPEs serão a tendência de 2021! Muitas surgirão por necessidade, outras por oportunidades, mas todas terão lugar ao sol. As MPEs são responsáveis por gerar empregos e renda, por terem propósitos, por serem humanas, por se adaptarem de forma rápida e inovarem sem parar, ou seja, elas fazem a economia rodar. Mas sabemos também que muitas delas fecham prematuramente, por falta de planejamento e gestão. Então, se tem uma micro ou pequena empresa, ou se está pensando em abrir uma, vem para o Sebrae!

Nosso propósito é fazer de você uma empresa mais competitiva, sempre focando na gestão de seu negócio para que você cresça com bases sólidas. Já que estamos em 2021 como tendência, vamos utilizar todas as ferramentas para que sejamos tendências em todos os próximos anos.

Bem-vindo, 2021!

Tudo o que sabemos sobre:

Empreendedorismo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.