ESTADÃO PME » » notícias

Franquias| 11 de janeiro de 2018 | 13h 49

ABF divulga balanço e desempenho do franchising em 2017

Pesquisa prévia aponta que a receita do setor para o ano passado teve crescimento de 8% em relação a 2016. Associação ainda apresenta projeções para 2018

Redação - O Estado de S.Paulo

Feira ABF 

Feira ABF 

A Associação Brasileira de Franchising, ABF, divulgou nesta quinta-feira, 11, um balanço prévio sobre o setor de franquias em 2017. De acordo com a entidade, os dados preliminares indicam que no ano passado houve um crescimento de 8% no faturamento em relação a 2016, saltando de R$ 151,2 bilhões para cerca de R$ 163 bilhões.

A geração de empregos nas franquias também apresentou leve crescimento na prévia divulgada pela ABF, alcançando 1 milhão e 200 mil trabalhadores diretos no setor, gerando um aumento de 1%. Ainda segundo a entidade, a expansão de franquias em 2017 superou 145 mil pontos de vendas, 2% a mais do que no ano anterior.

Em relação às marcas, a prévia aponta uma redução de 6% na comparação com 2016, com cerca de 2.900 redes atuantes no mercado brasileiro.

Para Altino Cristofoletti Junior,  o presidente da ABF, fora o quadro macroeconômico, 2017 foi marcado por três importantes movimentos: a progressiva diversificação de canais, modelos e localização, a interiorização do franchising, e o crescimento de franqueados multiunidade. “A busca por eficiência, novos mercados e por atrair um consumidor receoso se traduziu em muita inovação. Novas estratégias de venda, de configuração de ponto comercial, aprimoramentos em produtos e parcerias das mais variadas. Neste movimento, os franqueados com mais de uma unidade tiveram o importante papel de assumir lojas em dificuldade, e as cidades do interior a função de manter viva a expansão”, completa

2018. A ABF divulgou ainda algumas previsões para este ano. Otimista, a associação acredita que a retomada da economia, processo que teve início no ano passado, ampliará o faturamento do setor ente 9 e 10%.

Para os postos de trabalho, a projeção é que em 2018 haja um aumento de 3% no número de empregos diretos. A previsão para 2018 é fechar o ano próximo à estabilidade no número de marcas.

Pesquisa de inovação. A ABF em parceria com a Confederação Nacional de Serviços (CNS), elaborou uma pesquisa inédita sobre a inovação no franchising com metodologia desenvolvida pela Fundação Dom Cabral. De acordo com a pesquisa, 91% das empresas franqueadoras investiram em inovação entre 2014 e 2016. 50,7% das redes que participaram do estudo ampliaram sua participação no mercado e 43,1% aumentaram sua rentabilidade.

Dentre as empresas que se mantiveram inovadoras, 37,4% realizaram mudanças significativas em seus modelos de negócios no Brasil e 6,9% delas no exterior. Sobre as iniciativas criativas que levaram à inovação, 45% das empresas implantaram equipamentos, técnicas ou softwares novos na empresa.

“A inovação já faz parte da agenda do franchising brasileiro. Nos mais diversos segmentos, constatamos iniciativas que levaram à inovação, seja em novos modelos de negócios, no e-commerce, no uso de novas tecnologias, como no caso da realidade virtual, da Internet das Coisas, etc. A própria ABF tem desenvolvido ações que evidenciam esse fato, como por exemplo o lançamento do Smart Mall (espaço dedicado à inovação) na última Franchising Expo e o inédito concurso de startups que trouxe essas pequenas empresas inovadoras ao dia a dia das franquias, afirma Altino Cristofoletti Junior.

A pesquisa foi respondida por 198 redes de franquias associadas à ABF. As franqueadoras que participaram do estudo detinham 24,3% de todas unidades de franquia em operação no País em 2017.

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui