ESTADÃO PME » » notícias

| 10 de junho de 2014 | 12h 36

Índice de confiança do varejo cai pela quarta vez consecutiva em SP

Mais conservadores, pequenos empresários foram os responsáveis pelo desânimo registrado no levantamento

ESTADÃO PME

Estadão
Estadão
Confiança no varejo cai pela quarta vez seguida

Os empresários do comércio varejista de São Paulo estão menos confiantes e menos propensos a investir e a empregar. Em maio, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) caiu 3,9%, sofrendo sua quarta redução mensal consecutiva.

::: Estadão PME nas redes sociais :::
:: Twitter ::
:: Facebook ::
:: Google + ::

O indicador alcançou 104,8 pontos e ficou próximo à margem de pessimismo da escala apurada pela FecomercioSP, que considera como preocupante resultados abaixo de 100 pontos.

Com a nova queda, o índice atingiu o segundo pior número da série histórica, que começou em março de 2011. O pior resultado (104,2 pontos) foi registrado em julho de 2013, em decorrência das manifestações por todo o País.

O desânimo é ainda maior para os pequenos empresários, que com 104,3 pontos derrubou o índice no período ) os grandes empreendedores estão na casa dos 127,4 pontos).

Em maio, a propensão dos empresários paulistas a investir e a empregar também sofreu redução, de 2,9% (95,5 pontos) e 1,3% (117,8 pontos) respectivamente. Desde o fim de 2013, os índices caíram significativamente: 10% para investimentos e 15% em relação às contratações. Apesar disso, a FecomercioSP explica que as quedas não indicam necessariamente uma retração, mas que se deve ficar atento a patamares inferiores aos 100 pontos.

Para a Federação, os resultados estão em sintonia com a percepção de que empresários e consumidores estão mais conservadores. A FecomercioSP também sinaliza que uma redução na expectativa de investir hoje implica em uma menor abertura de postos de trabalho no futuro.

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui