ESTADÃO PME » » notícias

Inovação| 13 de julho de 2012 | 15h 30

Empresa rastreadora de alimentos conquista espaço rápido e já tem 400 clientes

Empresa catarinense vence categoria Sustentabilidade Empresarial com solução ‘transparente’

Gisele Tamamar, Estadão PME

Gustavo Magnusson/AE
Gustavo Magnusson/AE
André Donadel foi premiado também como Empresário do Ano

PariPassu é uma expressão em latim que significa lado a lado e que serviu de inspiração para o nome da empresa fundada por André Coelho Donadel e Giampaolo Buso. O empreendimento, especializado em soluções tecnológicas para o agronegócio, venceu a categoria Sustentabilidade Empresarial do 1º Prêmio Estadão PME.

::: Estadão PME nas redes sociais :::
:: Twitter ::
:: Facebook ::
:: Google + ::

Os empresários eram consultores do Sebrae em Santa Catarina e se conheceram em palestras para pequenos produtores da região. Na época, a dupla decidiu mesclar a visão mercadológica de Buso e a experiência em tecnologia da informação de Donadel para criar um negócio que oferece transparência à cadeia produtiva de alimentos e busca soluções para cada tipo de cliente.

A empresa nasceu em 2005, época em que lançou um sistema para rastrear frutas, verduras e legumes. Eram quatro pessoas dentro de uma sala de 20 metros quadrados. Hoje são 40 funcionários. Eles trabalham em escritórios localizados em Florianópolis e São Paulo e atendem 400 clientes – desde grandes empresas como o Grupo Pão de Açúcar e PespiCo até pequenos produtores de mel.

O sistema criado pela PariPassu possibilita o rastreamento interno e externo do produto, ou seja, é possível avaliar o processo produtivo e o caminho percorrido até o consumidor final. Em 2008, a empresa também inovou e lançou a primeira consulta de código de rastreamento por celular do Brasil.

A empresa argumenta que seu principal diferencial de mercado é apresentar outras variáveis para a tomada de decisão da compra de determinados alimentos, como por exemplo segurança e sustentabilidade.

“O consumidor tem mais argumentos para decidir pelo produto A ou B”, explica André Donadel. A tecnologia desenvolvida pela empresa permite descobrir, ainda, se determinado produto é mesmo orgânico, qual sua origem, se ele foi testado e se tem processos de controle de qualidade bem definidos.

Existem vantagens, também, para as empresas que contratam os serviços prestados pela PariPassu. Donadel argumenta que o cliente consegue melhorar a gestão dos processos de produção e adquire maior transparência na relação com o consumidor, com as redes de varejo e também a indústria de alimentos.

“O sistema atesta a qualidade dos produtos selecionados por meio de ferramentas que maximizam a comunicação entre os elos da cadeia”, explicou o empreendedor catarinense durante a premiação. “Dessa maneira, todo mundo pode trabalhar no mesmo patamar de informação”, conclui Donadel.

A empresa, aliás, quase ficou fora da disputa pelo prêmio pois a inscrição foi feita no último dia permitido. Ainda bem que deu tempo, afinal, Donadel também acabou premiado como Empresário do Ano (leia abaixo).

Futuro
O diretor prefere não revelar o faturamento bruto da PariPassu, mas garante que o negócio cresce aproximadamente 40% todos os anos. Além disso, o empreendedor ressalta que o índice de desistência dos clientes também impressiona: menos de 1%.

Para manter esse nível de excelência, Donadel revela que o desafio atual do empreendimento é investir em comunicação – a proposta é sensibilizar o consumidor para que ele solicite, cada vez mais, o tipo de produto oferecido pela PariPassu.

O empresário avalia, entretanto, que o cenário no Brasil já está mudando e por isso mesmo é perceptível o aumento do consumo de produtos orgânicos. Ele está certo. Pesquisa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) mostrou alta de 8% na comercialização de itens orgânicos em supermercados do País, um mercado que alcançou aproximadamente R$ 1,12 bilhão apenas durante o ano passado.

“É um indicativo que o perfil de consumo está mesmo modificado. As pessoas buscam mais certificações e, dessa maneira, acredito que isso vai ser um diferencial importante na escolha do cliente”, espera Donadel.




Notícias Relacionadas

» Relógio inteligente ajuda no controle dos gastos



Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui